Enchendo O Pote

 A minha irmã sempre foi teimosa e persuasiva, insistia tanto na sua teoria que acabava provando para todos que estava certa, mesmo quando não estava. Com o tempo essa teimosia só foi piorando e para completar ela colou com uma colega desbocada e que tinham a mesma maneira de pensar, começou a falar muitos palavrões e a sua frase predileta era aquela em que ela daria o seu cu para os cachorros se ela não tivesse certa e como ninguém é o dono da razão é claro que um dia elas iriam se dar mal. 

A turma estava toda reunida, éramos umas nove mulheres comemorando a formatura de uma colega quando se deu o incidente, é claro que todo mundo erra, o problema é ter a consciência desse erro para não continuar errando e como esse não era o caso da minha irmã e nem o da sua colega, elas acabaram teimando erradamente no meio dessa festa e a turma começou a cobrar para que elas dessem o seu cu para o cachorro. Dá, não dá e parecia zoação mas essa insistência da turma com elas rolou a noite toda ate que lá pelas altas horas quando a maioria já estava de porre a sua colega resolveu pagar a aposta. Bêbada, a mulher tirou a calcinha levantou a saia e ficou de quatro no chão perto do cachorro da dona da casa, um animal de médio porte e o chamou, o animal que estava acorrentado se aproximou cheirando o rabo dela e deu algumas linguadas, rodeou de um lado para o outro e tentou montar para o delírio da turma que começou a vibrar com a cena e exigiam que a minha irmã também se posiciona-se de quatro para o cachorro. O animal ate tentou, mas não conseguiu meter no cu da sua colega, ele deu mais algumas linguadas e desistiu, depois ficou lambendo o próprio cacete que havia ficado exposto para fora, então a minha irmã viu que essa era uma boa oportunidade para ela também pagar a aposta, já que ela ira servir o cu para o cachorro e o animal é que não conseguiria comer. Quando ela se posicionou o cachorro logo veio e começou a lamber a buceta da minha irmã, ela tapou a sua boca com as mãos como se quisesse segurar os gemidos de prazer que o animal estava lhe dando e tentou sair mas a turma logo reclamou dizendo que ela tinha que esperar o animal montar e se ele não quisesse ela estaria liberada, só que provavelmente a minha irmã gozou na língua daquele cachorro porque ele não parava de lhe lamber e quando parou, começou a lhe rodear se preparando para montar, montou e assim como fez com a sua colega ele não conseguiu e voltou a lamber a buceta dela, novamente ele voltou a lhe rodear e pela segunda vez o animal montou segurando-se com as patas dianteiras na cintura da minha irmã, o animal se movimentava rápido e desajeitado ficava na pontinha das patas trazeiras tentando a qualquer custo conseguir encaixar e de tanto insistir acabou conseguindo penetrar na buceta da minha irmã, meteu o seu cacete rápido por alguns segundos e logo em seguida desmontou, enquanto a buceta da minha irmã entornava o caldo que o cachorro deixou, ele foi lamber o próprio cacete inchado que ainda pingava os restos do sue prazer. 

 O cachorro dessa colega se tornou o mascote daquela turma e sempre tinha uma colega querendo pegar ele emprestado num final de semana para passear, naquela noite mais quatro das nove mulheres  que estavam na formatura também ficaram de quatro para o cachorro mas assim como ele fez com a colega da minha irmã ele só deu uma lambida nelas e mais nada a única que realmente deu não o cu, mas a buceta para o cachorro foi a safadinha da minha irmã 

 

Contos relacionados

A Ceia

O meu desejo tinha tanto de profano como de absurdo. Naquela noite de inverno, o meu Dom convidara-me para um jantar numa festa privada, a ter lugar  num palácio da alta burguesia.  As instruções dele tinham sido claras: Deveria de estar de olhos...

Gozei No Pau De Um Desconhecido

Meu nome é Davi, gosto de ver minha esposa gozando no pau de amigos, gosto de uma rola também, tenho várias experiencias para contar, mas esta foi muito boa, que trabalhei numa empresa, em Teixeira de Freitas na Bahia, ate as 14 horas do sábado, quando ia...

Aprovada Na Prova Final Com Mérito

Aprovada na prova final com mérito Após tomar conhecimento deste site na casa de um amigo, fiquei encorajada a relatar um fato verídico, que vivenciei há 3 anos atrás. Meu nome é Rachel, sou loirinha, baixinha, os homem me acham bonita e sei...

Marcelo, O Meu Irmão Adotivo

Marcelo, O meu irmão adotivo Sou a Margarida, tenho e corpo e cabelo de Beyoncé, segundo o meu irmão Marcelo. Apesar de não me achar grande coisa acho que causo impacto nos elementos do sexo oposto, altura em que me tornei «um Mulherão» como...

Tirei A Virgindade Com Meu Primo

Tirei a virgindade com meu primo Olá, meu nome é June, branquinha dos olhos azuis esverdeados, cabelos  bem loiros naturais, corpinho de academia e natação. Seios médios, mas bem durinhos, bumbum arrebitado, e por conta de quadris largos,...

Não Aguento Quando Rebola No Meu Pau

Não aguento quando rebola no meu Pau Olá, meu nome é danilo, moro em mg, tenho 1,84 de altura, 75kg, moreno, cabelo bom, e bem atlético, 21,5cm. eu namorava na epoca do ocorrido mas sempre tinha umas recaídas. um dia, conheci uma...