Noite De Sorte

Bom, nunca fui bom de contar minhas experiências, mais passei recentemente por uma que gostaria de compartilhar com vocês, não sei muito bem como descrever, mais lá vai:

Moro numa sozinho numa pequena casa no Rio nas proximidades da praia certa noite estava me sentindo só, tudo mundo um dia acaba se sentindo assim, em fim. Resolvi sair e da um volta na praia, espairecer, ent. Fui para um canto reservado próximo a uns prédios não queria conversa com ninguém então fui para uma área onde não conhecesse qualquer pessoa do meu bairro, queria apenas ficar sozinho, mais como era uma área onde tinha prédios tinha algumas pessoas conversando na orla ali fiquei durante um tempo meia hora mais ou menos, nesse tempo que fiquei por lá resolvi ir pra casa, mais no caminho de casa acabei parando um bar pra tomar cerveja, não sabia que oque estava reservado para mim na mesa onde eu estava não tinha ninguém além de mim quando estava quase terminando a cerveja entrou uma mulher, uma loira aparentava ter uns 30 anos, nossa me lembro o quanto fiquei na dela, esperei um tempo para ter certeza que ela estava sozinha, pensei comigo mesmo que tinha que arrumar uma desculpa para puxar uma conversa com ela nem que fosse um conversa de 10 min. Então perguntei se ela estava sozinha, ela me respondeu que sim então depois uns certo tempo de conversa chamei ela para sentar em minha mesa, ela apenas deu um sorriso se levantou veio em minha direção e sentou na minha mesa, não acreditava naquilo, no que estava acontecendo minha noite tinha ficado interessante, em quanto tomava a cerveja me deparei que a hora ia passando, mais pensei comigo mesmo dane-se a hora, quer dizer, quantas oportunidades daquela iria conseguir? Minha noite estava perfeita uma papo bom com uma mulher bastante interessante, a chamei para dar uma volta na praia ela aceitou, começamos a caminhar e falar um do outro, não conseguia tirar os olhos dela, nossa como ela era linda sentamos um pouco na orla ela se aproximou de mim e me deu um beijo, pensei comigo mesmo isso não esta acontecendo… comecei a me envolver com os beijos dela ambos estávamos espertos por conta da bebida, ela me perguntou se eu não queria ir pra um lugar mais reservado .. respondi que sim, então ela me disse que conhecia um lugar bastante interessante então deixei ela me levar ate lá, um lugar bastante legal ali mesmo na praia, não havia ninguém em volta, então não vi problema abracei ela e comecei a beija-la ela aos poucos foi se envolvendo nos meus beijos, foi quando apertei ela na cintura bastante forte, só pensava em devorar aquela mulher ela estava me deixando louco, deite ela no chão, botei minhas mão por debaixo da blusa dela apertei o seios dela em quanto a beijava ela fui ficando cada vez mais excitado ela tirou a blusa em seguida ela subiu em cima de mim e novamente me beijou … resolvi tirar o chorte dela quando vi aquelas pernas dela na mesma hora pirei, comecei a lamber e a beijar cada parte das pernas dela fui passeando minha boca pelas pernas dela, ate chegar na calcinha ali sem pensar duas vezes enfiei meus dentes entre a calcinha dela e comecei a puxar que nem cachorro quando puxa um pano velho … tirei toda minha roupa abrir as pernas dela passeei meu dedo dos seio dela ate a buceta, foi quando fui enfiando meu dedo nela, oque eu mais pensava era em fazer ela pirar, só pensava no quanto queria virar ela do avesso, em quanto enfiei meu dedo chupava ela e ela com a mão forçava minha cabeça cada vez mais, e eu gostava, quanto mais ela forçava minha cabeça mais eu a chupava terei meu dedo abrir a buceta dela o máximo que pude enfiei minha língua lá dentro, sentir ela molhada minha linga ficando cada vez mais melada, e eu adorava aquilo ela gemia e começava a se contorce então subi em cima dela, ela começou a me sentir ela encravou as unhas dela nas minha costas, e agarrava as pernas dela na minha cintura e forçava mais o movimento enfiei meu pau nela ate não ter mais enfiar, ela me deitou na areia em seguida subiu em cima de mim, com uma cara de safada ela me disse: Agora e minha vez, ela começou a se movimentar em cima de mim eu sentia meu pau molhado dentro dela, ela dava na minha cara não importa o quanto doesse só queria que ela batesse mais forte, e foi oque ela fez batia cada vez mais forte ela rebolava em cima de mim me endoidava .. coloquei ela de perna aberta pra mim de 4 comecei a mandar ver nela aquela bunda dela me endoida comecei a bater o mais forte na bunda dela em quanto ela pedia mais, eu coloquei minha unhas sobre a nuca dela e comecei a puxar deixando as costas dela toda arranhada chupei ela ate que gozasse, ela então retribuiu oque eu fiz botou meu pau dentro da boca dela e me chupou e ela implorava pra que eu gozasse na cara dela e foi oque eu fiz, já transamos lá duas vezes, e já marcamos a próxima, nunca vou esquecer daquela noite.

Contos relacionados

Professora Do Sexo

Professora do Sexo Isto ocorreu comigo quando fazia a faculdade na cidade de Maracanaú-Ce, já transado antes com namoradinhas, mas nunca tinha feito com uma mulher madura. e aconteceu que certo dia fui para escola, sem mais nem menos comecei a...

Propaganda é A Arma Para O Negócio 2

Propaganda é a arma para o negócio 2 Olá a todos este é meu segundo conto,devido ao sucesso espetacular do primeiro,para quebrar o tabu sobre este assunto, resolvi escrever como aconteceu o segundo encontro com a Mari a vizinha morena,um belo...

Fantasia Na Reserva

Praia da Reserva . Meu nome é Jon,...

Quero Fazer Xexo Gostoso Com Vc

quero sexo gostoso com loiras ou morenas peutudas 

Priminha Peituda Com Cara De Santa

Tenho 21 mas estou contando uma história de quando eu tinha 17, eu morava num sítio mas tive que mudar pra cidade por necessidade, fui morar na casa do meu irmão onde morava a mulher dele que tem um filho e também morava a irmã da mulher dele,  que é...

Enrabei A Novinha Da Academia

Meu nome é Lucas, tenho 34 anos e moro em Santa Catarina. A uns 4 meses pratico a arte marcial Muay Thai pra condicionamento físico. Sempre tem homens e mulheres misturados mas no geral não rolava muita paquera. Mas isso mudou a algum tempo pois...