Transando com o Mecânico (conheci na internet)

Bom dia, meus anjos!
Vou falar um pouquinho sobre mim, meus fetiches, sobre o que costumo fazer…se gostarem deixem seu comentário, que vou postando mais, tenho história pra um livro rs. Lá embaixo começo o conto de verdade, ta mores?

##### OI, eu sou a Casada Paulista !

Não vou revelar aqui meu nome, nem exatamente onde moro, muito menos minhas características pessoais específicas (sempre que virem alguém dizendo exatamente como é seu cabelo, seu peso, sua altura, bairro que mora, profissão etc, pode ter certeza que é mentira, pois fica BEM FÁCIL descobrir a pessoa e aparecerem pessoas conhecidas).

Posso dizer três coisas:
1. Sou casada
2. Sou comissária de bordo
3. Me tratei por anos com psiquiatra, pois tenho um TOC, transtorno obsessivo compulsivo por sexo, vulgarmente conhecido como ‘ninfomania’ (não, profissionais não usam esse termo)

Tenho vontade de fazer todo dia, várias vezes ao dia, não me importo se a pessoa é feia, bonita, rica, pobre etc, apenas gosto do negócio.
Não, comissária de bordo não transa com passageiro, não dá telefone, nem no aeroporto nem nada, isso é mentira e nunca vão conseguir nada assim, qualquer tipo de coisa do tipo é absolutamente proibido, contos de ‘aeromoça safada’ que fazem putaria a bordo são fakes, desculpem amores – meus casos são reais e vou mostrar a real pra vocês, essa é uma delas

Tenho uma sala num site, onde gosto de me exibir quando estou nos hotéis descansando, e é lá que tudo começa.
Gosto de ver quem está do outro lado, conversar um pouco e, claro, brincar um pouquinho.
Adoro tirar a roupa e me masturbar até ver os meninos gozarem.

Dou preferência pros casados, pois tenho família, emprego, são sérios etc (não vão te seguir, ligar, encher o saco e muito menos te expor, fica a dica pras meninas que querem algo real com gente da internet – PEGUEM COMPROMISSADOS).

E dica pros meninos: ficar xingando, mostrar pau, escrever errado etc: você não vai conseguir nada.
Outra dica: chat da UOL, site pornográfico etc: não vai conseguir nada, só fui conseguir por um site tipo ‘rede social pra adulsots’, nao pode citar outros sites aqui né, e somente depois de um bom papo pela webcam.

### CONVERSANDO COM ESTRANHOS NA INTERNET

Mas deixa eu te falar do ‘Carlos’ (o nome dele não é esse, na verdade é um bem feio, pessoal do nordeste gosta de uns nomes assim tipo Wandergleisson vai entender, não vou revelar o dele pois seria MUITO FÁCIL descobrirem kkkkkkkk).

Ele é mecânico, de Fortaleza e tem 5 filhos.
Embora tenha mais de 50 anos, é um coroa alto, negro, forte, cara de mecânico mesmo, daqueles que te comem com os olhos.
Mas me abordou bem educadamente.

Me adicionou no site adulto, disse que era sonho dele andar de avião e batemos um bom papo de uns 10 minutinhos.
Como adoro deixar homem nervoso, dei uma desculpa que precisava ajeitar uma mala e comecei a andar pelo quarto do hotel.

Obviamente, estava super a vontade com um shortinho, peitos soltos dentro de uma blusinha sem sutiã…e comecei a andar, me abaixar, sabe como é rs
E notei o Carlos nervoso…olhava…respirava fundo…

Até que percebi ele mexendo o braço, tentando disfarçar.
Perguntei séria se ele tava batendo punheta, e em um segundo ele mudou de cor 4 vezes e gaguejou muito, coitadinho.
Pedi pra ver…ele ficou sem reação (adoro isso).

Vi aquele negócio preto, de cabeça roxa, latejando pra mim.
E pedi um favor pra ele, ele tinha que me prometer.

Ele disse que sim.
Eu expliquei: “Carlos, vou estar em Fortaleza somente daqui 6 dias, na minha escala aqui da XXX [nome da empresa que trabalho]. Você está proibido de gozar, seja com com sua esposa ou punheta. Entendeu? Só vai sair porra dessa pica agora pra minha boca, VOCÊ ENTENDEU ?”

“Si..sim…ta falando sério?”
“Eu tenho cara de quem está brincando?” (super séria eu estava, rs)
“Ok, prometo amor”.

“Um dia antes te aviso que horas pouso aí, que horas tenho que voltar e você escolhe um motel perto do hotel que vou estar”.

Não faço em casa de ninguém, nem no hotel que fico, nem ando no carro de ninguém. Marco em motel e via UBER, questão de discrição e segurança.

### CONHECENDO CARLOS
Um dia antes avisei que tinha apenas um intervalo de 3h.
Marcamos um horário, um motel e tudo certo.

O que chegasse primeiro, avisava na portaria que estava esperando alguém.
A atendente disse que o “Senhor Carlos” já estava lá a minha espera, rs.
Ao chegar na garagem do quarto, tive certeza que era um mecânico, pois tinha um Gol quadrado lá (esse povo adora carro antigo KKK).

Entrei de uma vez no quarto, e ele estava na ponta da cama, meio nervoso.
Me viu, abriu aquele sorrisão simpático.

Ia se levantar, mas fui pra cima dele, deixei ele sentado, coloquei as mãos no joelho dele, cheguei bem perto do rosto dele e disse:
“Manteve a promessa? Guardou pra mim?”

Nossa. Adoro deixar homem nervoso. Ele ficou super, mas respondeu “Sim…tudinho…doeu, tá latejando e apertando até agora na calça, mas guardei”

### Sexo com o Mecânico desconhecido
Inclinei ele pra trás na cama, mandei ele relaxar e disse pra ficar quietinho, que eu ia brincar um pouco com ele.
Tirei meu salto, guardei a bolsa e depois baixei o zíper do Carlos.

Na verdade, nem precisei muito, já estava bem dura e sabem como é rola de negro…aquela cabeça roxa já tava saltando da cueca.
E sem cerimônia já comecei a chupar. Pica grande é bom porque dá pra encher a boca chupando e punhetar ao mesmo tempo.

Não curto muito carinho, amorzinho no sexto e tal…pra isso deixo pro meu marido.
Com estranhos, é uma coisa mais selvagem, animalesca mesmo, de meter, gritar, xingar, botar pra rasgar, gozar e sair fora, feliz.

Sempre chupo bem antes, bem babado, cuspi e babei muito na rola dele.
Ele era tão fofinho, que até quis me chupar depois.
Disse pra ele fazer o mesmo comigo, chupar bem babado, cuspido mesmo, pra ficar melado, escorrendo.

Assim facilita pra meter.
Mandei ele colocar a camisinha e fiquei de quatro pra ele.

Pedi pra ir devagar no comecinho, até a buceta relaxar mais…aí podia ir com tudo.
E foi. Nossa, e como foi.

Era uma mistura de dor, com prazer, sentindo aquele negão gemer, fazer força, começando a suar em mim.
Aí que faço minha maldade:

“Mais forte….mais rápido caralho”
“Sem dó, sem pena Carlos, vai vai…”

Gosto de instigar, fazer ficarem cansados, ofegantes…
Amo aquela cara de cansaço, raiva…

E tava uma delícia.
Quando vi que ele tava bem cansado mesmo, mandei ele sentar.

Botei aquela pica pra dentro, e disse:
“Me avisa quando for gozar”

E sentei…meninas, fica a dica: façam bastante agachamento na academia.
É na hora de sentar e quicar na pica que faz a diferença.

Sento rápido, sento forte, sento com gosto…vendo a cara do Carlos de prazer, revirando os olhos segurando pra não gozar.
Aí dou minha cartada final:

Tava sentada de frente, então virei, com o pau dele dentro, sensação gostosa de sentir girando…
Então fio de costas pra ele, arrebito a bunda, deixa o cuzinho bem a mostra dele…nossa, homem ama isso, ama bunda, ama cu…e voltei a sentar forte, com raiva, batendo minha buceta até no talo daquela rola preta, pra fazer barulho.

Ele avisou que não dava mais pra segurar.

Saí, virei de novo, tirei rápido a camisinha e comecei a bater punheta com a cara perto da rola dele.
E comecei pedir o leitinho:

“Me dá…me dá o leitinho que guardou pra mim? Cadê? Quero bastante viu?”

E nossa, veio…veio muito…mas muito…muito mesmo.
Caiu porra até nas minhas costas, não sei como…acho que voou pra cima, passou da minha cabeça e foi bater lá atrás.
Minha cara e meu cabelo ficam uma verdadeira bagunça…e AMO ISSO.

Tanto que já levo meu shampoo pra motel, já sei que emporcalham meu cabelo inteiro.

Depois fomos tomar banho, fui passar a maquiagem, pois já precisava voltar pro aeroporto, fazer um voo até Recife, Salvador e depois voltar pra pernoitar em Fortaleza.

Amores, gostaram?
Querem mais?

Contos relacionados

Reencontro Com Meu Primo

Reencontro com meu primo Bom pessoas, este é o meu primeiro conto,perdoem-me os erros os quais talvez eu os deixe passar sem notá-los e até mesmo pela extensão dele. Tenho lido assiduamente todos os relatos e contos desse site, o que me deixou...

Papai Tirando Meu Cabacinho ?

Papai tirando meu cabacinho                   Conto de Mayara Nascimento Eu estudava de manhã  e a tarde sempre estava em casa. Minha mãe trabalhava no comércio e meu pai numa industria de bebidas e sempre tinha dois dias de folga na semana...

Eu E J, Que Delícia O Meu Dileto

Fico assim, doidinha dando a bunda sentindo aquela sensação mais duradoura e gostosa, algo incomparável, gosto de sentir algo quente lavar-me por dentro , sempre digo; "se o homem souber como fazer, come minha bunda sempre?, sou uma mulher comum ,...

Uma Casada Gostosa No Cio Ii

Uma casada Gostosa no cio II Uma casada Gostosa no cio II Oi Gente, como falei no conto anterior, estou de volta com outro conto de meus relatos sexuais, Eu e minha casada no cio, continuamos a nos encontrar, Eu continuava hospedado no mesmo...

Amor Em Familia (parte 1)

Amor em familia (parte 1) Ola, meu nome é Marcela, tenho 20 anos, sou morena clara, 1,65cm de altura, olhos cor de mel, e cabelos longos e castanhos. Sou uma moça bem bonita (pelo menos é o que os rapazes me falam).Estou aqui para contar a...

Fudida Por Dois

Me torturei o dia inteiro tentando imaginar o que eu faria quando ele chega-se do serviço acompanhado do seu amigo naquela noite e quando por fim eles chegaram, não fiz nada, acho que na verdade eu sempre soube e usava a venda para tirar a minha culpa do...