A Origem Do Desejo Em Ser Corno

Olá pessoal,  me chamo Júlio e irei  narrar um conto que trata-se de uma história  real. Bom, primeiramente  falarei de mim,  sou rapaz  de 32 anos, moreno, alto , corpo atlético e casado com uma linda  esposinha a mais ou menos 5 anos.  Minha esposa é uma morena de 1.70m  62 kg cabelos cacheados  seios médios pernas grossas olhos puxados. Sempre tivemos uma vida sexual bem ativa  e como qualquer casamento,  com o tempo as coisas foram esfriando, vitima da rotina.  Para quebrar essa rotina tivemos que procurar uma maneira para revigorar nosso relacionamento.  Certa  vez  passamos um final de semana  em um chalé num hotel fazenda,  bebemos muito e acabamos em uma noite com muito sexo.  Minha esposa estava muito devassa,com uma carinha de piranha daquelas bem vagabunda, gritando querendo muitas picas e confesso que não consegui dar conta. Naquela noite  qualquer um que chegasse comeria sem qualquer resistência por parte dela. Desde que casamos  eu notava que ela evitava bebidas alcoólicas, de inicio achava que fosse por causa da religião, mas depois fui percebendo que ela evitava pois se tornava numa puta bem descontrolada. Sóbria ela é cheia de pudores e não abre espaço para conversarmos francamente. Alguns meses  depois daquele final de semana, passei a relembrar daquela  cena  vendo minha esposa bêbada com uma cara de puta bem safada  pedindo muitas picas   e eu sem consegui dar conta do recado.  Confesso que aquela situação em não conseguir satisfazer a minha esposa  completamente me deixava extremamente excitado.  Passei a pesquisar na net  sobre esposas  bem safadas  e acabei caindo em assunto correlacionado a ménage a tróis,  mas como meu orgulho de macho  comedor falou mais alto ,  procurei primeiramente respeito de ménage feminino. Queria de todas as formas  sair da rotina.    De tanto pesquisar e ver filmes pornos sobre o assunto, pude perceber que o ménage feminino não me interessava tanto e  em um site especializado em ménage , acabei  vendo o ménage masculino.  De inicio tive uma certa resistência, pois que porra é essa   de ver outro macho comendo a minha mulher?  Dai eu percebi uma coisa,  dos  filmes pornos, os que mais me excitava eram os filmes  com gang bang , bukake  e com dotados.  Então passei a imaginar minha esposa  transando com um macho dotado  e comigo.    Bati muita punheta  vendo filmes  em que a mulher transava com dois ou mais dotados, fantasiando a minha esposa  sendo  enrabada por varias picas, de preferencia dotados.  Eu ficava me perguntando ,  como  que surgiu esse interesse oculto em ver uma mulher sendo enrabada  por outro homem e pq eu ficava excitado com essa ideia . Foi então  que eu lembrei de um fato que aconteceu  a muitos anos  atras  e que pode ter relação com esse lado vouyer  oculto em mim. Quando eu tinha uns 19 anos, eu fui fazer um curso para escola de aprendizes de marinheiro na marinha. La era um regime de semi internato  e os alunos  só eram liberados nos finais de semanas.  Na época eu me gabava por ser um pegador nato, corpo sarado, pintoso e ate gostava de tirar onda com os colegas por pegar fácil qualquer mulher.   Em um certo sábado, fomos liberados  para ir na rua e um colega  chamado Lucas  veio ate a mim falando que tava numa secura danada. Que queria comer alguma prostituta, pois teria varias no anuncio de classificado dos jornais e era só marcar  um encontro no intuito de esvaziar o saco e aliviar a tensão rs.  Falou que nao queria ir sozinho  e perguntou se eu estava afim de ir tb. Eu falei gargalhando que já tinha um esquema  com uma garota que conheci no sábado passado e ja era certo dar uma transada. Mas ele  ficou insistindo para eu ir junto procurar uma prostituta no jornal  pois estava com medo de ir sozinho.   Eu fiquei com pena , pois o Lucas era feio pra dedeu,  e pra transar  só pagando mesmo. Fomos numa  banca  de jornal   e procuramos direto nos classificados. Compramos uns cartões de telefone publico  e começamos a ligar .  Demos preferencia para  prostituta com local,  ligamos para uma   e o Lucas perguntou para ela  se com dois ao mesmo tempo cobraria mais barato  a hora.  Eu disse para ele que não iria transar , só ficar olhando  pois não queria gastar dinheiro. Mas ele me implorou para  rachar  a foda com a prostituta (na época era uns 50 reais)  pois ele não tinha dinheiro suficiente.   Realmente fiquei com muita pena  e acabei aceitando.  Pegamos o endereço  e fomos de ônibus  ate a residencia dela.  Tocamos  a campainha  e logo apareceu uma morena  muito gostosa nos convidando a entrar.  Ela aparentava ter uns 30 anos, tinha seios fartos , um rabão imenso , cintura fina, um mulherão. Como faz muito tempo , não lembro o nome dela. Ela falou que como era duas pessoas, cobraria  10 reais a mais  e que o total seria 60 reais por uma hora ( no tel ela falou em 50).  Lucas  me perguntou se eu iria ficar apenas olhando ou iria transar. Na mesma hora eu falei que com certeza iria querer transar. Então a morena falou : “Bom rapazes , ja que vão ser os dois , vou aqui rapidinho  me trocar  para dar um trato bem gostoso em vcs . Quando voltar  quero ver vcs peladinhos para mim.”  Lucas falou para mim, rindo: “E ae Júlio , vai querer ser o primeiro ? Se for , vai tirando a roupa logo pois  depois eu vou arrombar essa putinha!!  ” Eu comecei a gargalhar dele,  imaginando que mal iria meter  e gozar logo pois ele estava na seca.  Logo depois chega a morena  com uma lingerie bem sensual , falando: “Rapazes ,  quem vai fazer as honrasó  Eu pensei que ja estariam  pelados .  Vamos  tirando a roupa  logo  que o tempo já ta rolando, me mostra a pica de vcs.” Foi ai  que o Lucas olhou para mim , rindo com uma cara bem irônica,  abaixando a bermuda .  Logo assim que  abaixou ,  a morena  arregalou  os olhos  bem assustada: ” Nooosssaaa,  que vara é essaí  Eu nunca vi uma pica  tão grande!!!” Olhei para baixo,  e mal pude acreditar. O pau do Lucas  era  enorme, totalmente desproporcional.   E o fdp rindo, falou para  eu abaixar as calças  tb  q a morena tava esperando. Na hora me senti humilhado, pensei  em falar que apenas iria ficar olhando,  mas o Lucas  foi logo falando :  “Vamos logo Júlio,  o tempo ta rolando porra.” Abaixei minha calça e botei meu pau pra fora.  A morena  nem  se abalou , parecendo está hipnotizada pelo pau do Lucas.  A morena perguntou: “Nossa, que pica é essaí Não sei se vou aguentar, a mulher que namorar com  vc  está lascada para aguentar esse tamanho todo, além de longo, é muito grosso  rs.  Tem quantos cm? ”    Lucas respondeu:  ” bom , da ultima vez que medi, tinha 23 cm ,  e  vc Julio, qual tamanho é o seu ? ”   Eu tive que responder  e falei que era de 18 cm. Após aquele momento de impacto, a morena  foi logo pegando na pica do Lucas com voracidade e começou a mama-lo. E eu querendo ser o primeiro , fui deixado de lado .  Mal ela conseguia colocar a pica na boca,  e já parecia está entalada com a cabeça do pênis .  Ficou uns  7 minutos mamando a pica  dele,  então eu fui me aproximando colocando meu pau próximo a ela.  Deu umas poucas mamadas na minha vara  e voltou para aquela jeba de cavalo.  A morena  depois de conhecer bem aquele mastro,  puxou para cama  e pediu para ele fude-la. Lucas colocou a camisinha, abriu as pernas dela na posição mamãe papai e começou  a fuder aquela bucetinha, que aquela altura ja tava toda encharcada .  Realmente foi uma cena impressionante ver aquele pau gigantesco bombando sem parar naquela buceta  e ela gemendo igual uma cadela no cio.    Ela gritava :  ” nossa que pica dos deuses, vai mete, mete toda essa vara,  me arromba gostoso . Nossa  nunca vi uma vara dessa, me sinto toda preenchida. ” Depois ele a colocou de quatro  e montou numa bombada frenética. Pude ver  que só entrava um pouco mais da metade da vara do Lucas   e que ela estava com a perna tremendo, provavelmente tinha gozado. E eu só na punheta, de perto observando.  Depois  de uns 15 minutos , o Lucas não aguentou  e acabou gozando  para o alivio da morena  que estava toda  suada.  Ela caiu na cama   e ele foi para o lado bem ofegante. Passou-se uns 3 minutos,  coloquei a camisinha para fude-la .  Ela não parecia muito interessada mas como eu estava pagando, ela abriu as pernas  e comecei a mete-la. Logo quando introduzi a minha pica ,  percebi  que a buceta dela estava bem larga e arrombada mesmo com meus 18cm,   diferentemente no inicio antes de começar  a foda do Lucas.  Naquele momento mais uma vez me senti humilhando . Eu que me gabava de ser um comedor, de arregaçar xoxotinhas , ali acabei sendo um mero coadjuvante e que a putinha estava dando por obrigação. Nesse meio tempo o Lucas foi no banheiro se limpar  e eu depois de algumas bombadas, pedi para ela mudar de posição.   Ela ficou de quatro  e nem se abalava com minha pica, não gritava  e nem gemia . Sabe ,naquele momento   me deu um misto de revolta  e  excitação .  Logo em seguida sai o Lucas do banheiro  e a morena  o chama, enquanto to la bombando na buceta dela. Pega o pau dele  que começa a chupa-lo e falando que depois quer de novo aquela pica na buceta dela.    Aquilo me excitou ainda mais pois ela  mal se abalava com minha pica , queria ser devorado pela tora  do Lucas.  Eu acabei gozando e indo no banheiro me limpar.   Quando voltei,  vi o Lucas fazendo uma espanhola gostosa nos seios dela.  Meu pau subiu na hora e fiquei de perto punhetando e vendo aquela cena.  Depois de um tempo, logo apos meter mais uma vez na buceta, o  Lucas pediu o cuzinho dela.  A morena falou que não iria  aguentar, tava com medo. Mas o Lucas insistente, deu uns tapas na bunda dela e mandou ela pegar lubrificante pois  iria fazer um estrago naquele cu.  Ela prontamente  passou lubrificante  e totalmente submissa abriu aquele rabão para ele. A vadia fazia uma cara de dor enquanto ele introduzia lentamente aquela vara de 23 cm no cuzinho .  Na hora vendo aquela buceta toda toda  inchada e arrombada,  me deu uma vontade  de chupa-la enquanto o Lucas tava com a metade da vara no cuzinho. Mas como era prostituta, com medo de DSTs,  fiquei com receio  e continuei na punheta.  Ja quase perto de completar uma hora,  o Lucas goza novamente  e pude ver o buracão que ficou aquele minusculo cuzinho no inicio do programa.  Depois que colocamos a roupa,  a morena  falou que tava toda acabada  e que não aguentaria fazer mais programa naquele dia mas que valeu a pena.   Nos despedimos  sem ela me dar muita bola .  E o Lucas com um ar de vitorioso, perguntou se  eu queria sair com ele mais vezes naquele esquema.  Como o tesão ja tinha passado,  eu fiquei muito puto,  falei pra ele que se ficasse de muita graça eu iria meter a porrada.   Depois de um tempo nos formamos   e nunca mais tivemos contatos.   Através  dessa lembrança , pude perceber  a origem desse meu desejo em  ver minha esposa ser enrabada por um outro macho  , de preferencia bem dotado.  Hoje posso compreender  como é a sensação  de  um corno em ver sua amada esposinha sendo devorada por  picas alheias. Como minha esposa no momento  está amamentando , então não ta podendo beber. Mas  assim  que estiver apta,  vou embebeda-la  para  liberar a puta  safada que existe dentro dela   e quem  sabe  realizar  fantasia de ver um dotado acabando com a bucetinha e o cuzinho da minha esposinha. Espero que tenham gostado do relato real de um postulante  a corninho.

Contos relacionados

Primeira Vez Com Um Amigo.

Primeira vez com um amigo. O que passo a contar, realmente aconteceu nas nossas vidas, minha esposa e uma pessoa normal, pequena 1,62 de altura, 52 kg, não tem nada avantajado, mas é uma mulher bonita e nova com 33 anos, eu Daniel 1,64m. 72 kg, calvo e com...

Surpresa Maravilhosa

Surpresa maravilhosa Na festa de final de ano, uma das empregadas que trabalha em nosso setor apresentou-me uma amiga que estava com ela na festa e trabalhava em outro setor e estudava com ela enfermagem. Fiquei encantado com a beleza da garota, que...

Minha Mulher, Eu E Nosso Amigo ( Real )

Somos um casal de 50 anos, sempre desejei ver minha mulher com outro, mas ela nunca aceitava. Certa vez conversando com um velho amigo por telefone, ele me contava que estava vivendo um momento difícil, sem mulher, sem grana, havia vendido o carro prá pagar...

Noite De Sorte

Bom, nunca fui bom de contar minhas experiências, mais passei recentemente por uma que gostaria de compartilhar com vocês, não sei muito bem como descrever, mais lá vai: Moro numa sozinho numa pequena casa no Rio nas proximidades da praia certa...

Amantes Loucos

       Era um sábado à noite quando meu amante me ligou, branco, cabelos negros, alguns fios grisalhos, barba por fazer, costas largas, pau delicioso, 23 anos mais velho que eu, (41, quem quiser faça as contas) me perguntou o que estava fazendo, falei...

Comido Pelo Bar Men

Numa noite de sexta, fui em uma boate gls,minha vontade era experimentar ser enrabado por um homem,no qual conheci um cara que trabalhava nesta bote,deu hora de ele ir embora ,dei uma carona,e chamei ele para minha casa,tomamos um banho,e deitamos na cama...