Punheta

Olá, meu nome é Henrique sou casado há 20 anos com Aline, somos um casal tradicional, eu moreno claro, 1,81 106 kilos sem vícios, ela morena clara, 1,52 60 kilos, cabelos médios. Como o passar do tempo começamos a fantasiar uma terceira pessoa em nossas transas , mas nada além disso até que eu comprei um consolo, fui buscar o que o mercado oferecia de melhor, era um com uma textura boa, macio, grosso, do jeito que ela gostava, quando viu o presente ela adorou, e assim, na maioria das vezes sempre usava. Em um belo dia ela ligou e disse que estaríamos somente nós em casa e que nossos filhos iriam ficar na casa dos avós. Cheguei em casa como sempre, conversamos, falamos do dia, e ela disse que iria tomar um banho e me aguardaria no quarto, foi tomou até que um banho demorado, quando saiu mostrou sua buceta completamente depilada, sem mais já dei uma lambida bem gostosa e fui tomar banho. Quando cheguei no quarto ela estava na internet vendo noticias, fechou o note e disse para que eu deitasse, assim eu fiz. Ela pegou o consolo, e falou: – Imagina que esse é o pau que escolhi, e que quero que seja do meu jeito. Fiquei parado olhando ela foi  pegou uma camisinha de morango e começou a colocar no vibrador, desenrolando até o final, feito começou a lamber e dar pequenas chupadas e falava: é desse jeito que vou fazer com o outro pau, enquanto eu chupo ele eu punheto você, e ela chupava o vibrador com maestria, estava já louco e ela pediu calma. Encostou o vibrador perto do meu pau e começou a chupar os dois e olhava pra mim e falava: – é desse jeito que você quer que eu faça? E com a carinha de puta lambia e chupava gostoso. E nessa noite abrimos a cam e transamos gostoso e os homens que ali assistiam batam sua punheta olhando ela, ela mostrava o rabo, abria a buceta, metia, me chupava, nossa, foi uma noite alucinante. Na semana seguinte fomos a uma casa de swing, fomos para conhecer, chegando lá, conhecemos a casa, ficamos em uma mesa observando, Já eram 2h da manhã levantamos e fomos a uma sala bem grande e com muita pouca luz, encostei na parede e ali ficamos abraçados e beijando, ouvindo os gemidos dos casais que ali se encontravam. Ela ficou de costas pra mim, meu pau estava muito duro, ela tirou ele pra fora e ficou batendo ali, as pessoas passavam e olhavam, até que um homem ficou ao  meu lado olhando, do nada ele começou a bater uma punheta. Minha esposa parou se virou pra mim e começou a me beijar, quando percebi o cara estava esfregando o pau nela, ela se virou e disse algo para ele, o homem  voltou a ficar na parede e ela pegou em seu pau e batia uma punheta bem devagar, acelerava e parava, até que ela começou a bater mais forte e o homem avisou que iria gozar, ela mirou o pau para as pernas e ele gozou muito molhando sua calça, ele veio esfregou o pau derramando a última gota e saiu. Essa foi a nossa história, se alguém quiser comentar, fique a vontade henriquesantos1970@outlook.com

Contos relacionados

Recebendo Pela Carona

Recebendo pela Carona Este é meu primeiro conto, então acho que se faz necessária uma breve apresentação minha. Me chamo Ricardo, sou de São Paulo - Capital, moreno, cabelos pretos com alguns fios brancos surgindo; olhos castanhos...

A Puta Da Minha Namorada No Uruguai

Bom dia a todos safados e safadas de plantão, vou contar a historia da minha namorada em uma viagem ao uruguai, Nome Ficticio suzi e Meu jorge, ela tem 1,60 de altura, Branca, Bunda bem lizinha e seios Fartos, tenho 1,78 amarelo, 17 cm de pau. Temos 1 ano e...

A Minha Primeira Vez

A minha primeira vez Meu nome é Andreia 37 anos recém feitos e um corpo, na minha opinião, muito bonito. Apesar de eu ser casada há 18 anos tenho um estranho desejo por outras mulheres que às vezes até me tira o sono, estou na dúvida entre...

Marido Maldotado E Esposa Tarada Por Rola

  O Alberto era um cara simpático, bem-afeiçoado e possuía uma situação financeira estável, mas era tímido com as mulheres porque supervalorizava a sua condição de maldotado (13 cm ereto). Quando ele deixou Brasília e foi morar com o pai em...

Na Estrada

A viagem estava cansativa, já estávamos rodando a mais de 4 horas sem parar. Minha linda esposa estava com fome e os dois filhos queriam banheiro. Não gosto de parar nas viagens e ainda faltavam 2 horas para chegarmos a BH.  Depois de muitas...

Me Fingi De Bêbado Para Comer Mamãe

Me fingi de bêbado para comer mamãe Ola me chamo Walisson, moro com meus pais e uma irmã minha mãe se chama Vilma, e pra ser cincero e uma coroa em forma, este fato que ocorreu foi real. Bom eu gosto de me diverti com meus amigos meus pais...