Exibicionismo Pelas Ruas Do Rj

Olá esse é o meu primeiro conto e prometo a vocês que vai ser muito excitante. 

Me chamo Junior tenho cerca de 30 anos com aparência de bem mais novo. 

Rs minha esposa é uma branquinha mega gostosa com belos seios grandes coxuda e com em belo rabo, 

sem falar em sua bucetinha apertadinha e que fica melada atoa. Uma delícia… 

um dia desses falamos um monte de putaria e falamos sobre nossas fantasias. 

E umas dessas fantasias dela era de chupar no carro em movimento pelas ruas aqui do Rj. 

E uma das  minhas era de que ela saisse comigo de saia e sem calcinha, amo ela assim. 

Então resolvemos por em pratica essa duas fantasias juntando a dela com a minha.

 E pra minha surpresa ela foi mas além do que eu esperava. Vamos lá:

 ela vestiu um topsinho daqueles que facilmente você põe seus belos peitos pra fora, 

colocou uma que nem era uma minisaia. Era uma microsaia mesmo, 

que dava pra ver metade de seu belo trazeiro e se ela de costas abrisse as pernas, 

dava pra ver sua deliciosa bucetinha  e o melhor de tudo sem calcinha pra me deixar louco de tesão.

 então resolvemos ir avante. Entramos no carro, a putinha já foi logo colocando seu belos melões pra fora e 

agarrou no meu pau por cima do short. E o tempo em que ela ia segurando meu cacete ela abria as pernas e 

enfiava dois dedinhos na xotinha melada. E quando chegamos na avenida brasil e coisa pegou fogo, 

ela tirou minha pica pra fora se ajoelhou no banco do carona com seu belo rabo pra janela que estava fechada e 

tem insufilm escuro e caiu de boca com uma maravilhosa chupeta do tipo que chupa tudo e lambe até o saco. 

Ela com aquele rabo virado pra janela e eu só enfiando o dedo na xotinha dela que estava escorrendo. 

Enfiei tres dedos nela e pra coisa ficar ainda mais gostosa eu abri o vidro da janela do carro

 deixando aquele delicioso rabo totalmente exposto pra quem quisesse ver aquela coisa linda e melada. 

Quando eu abri a janela ela ficou no topo do tesão e me chupava feito uma louca e empinava ainda mais seu trazeiro 

pra fora e sua bucetinha cada vez mais recorria. Resolvemos ir ate um drivetru pedir algo pra comer. 

E na fila a safada pulou pro banco de traz arreganhou as pernas e ficava metendo o dedo na xaninha e me chamando.

 Foi ai que eu me virei e cai de boca naquela buceta enxarcada. Dai lembrei que o vidro na frente era bem mais claro que os outros.

 E dava pra ver dentro do carro boa parte… me recompus mas a putinha ficou la de perna aberta e se masturbando sem se preocuprar 

se alguém iria ver. E isso me deixava preocupado e ao mesmo tempo cheio de tesão doido que alguém visse mesmo. 

Chegando na hora do pedido a safadinha fez questão de fazer o pedido pro rapaz da cabine. Fomos embora e

 transamos muito na garagem de casa. Minha outra fantasia é transar com ela e alguém vendo socar naquela bela buceta 

em todas as posições. E seria exitante a pessoa tirar umas fotos …ou um casal . até hj eu lembro desse dia.

 Adoro ela assim na rua sem calcinha exibindo sua xaninha .outro dia fomos ao cinema e ela sem calcinha. Mas isso é pra outro dia.

                                               

Contos relacionados

Amor Contado Por Elas Parte 1

Amor contado por elas parte 1 A noite de 1967 era tão mais linda, do que as outras do mês de maio pois eu ha tinha conhecido, e ela era perfeita sob a luz do meu olhar, Hunna era uma linda mulher, seus cabelos desciam pesados em suas costas,...

Waka Waka Na Piscina!

Waka Waka na piscina! O que me motivou a escrever meu primeiro conto foi uma noite maravilhosa que passei, vou lhes contar. Sou Jaqueline ou Jack, uma morena da cor do pecado mesmo, magra com seios médios, um pouco de coxa e um lindo rosto de...

Minha Namorada E Minha Sogra Muito Safada

Minha namorada e minha sogra muito safada Olá meu nome é Paulo, vou contar uma historia que aconteceu comigo a algum tempo.. na epoca eu namorava uma moçinha mais nova que eu ela era loira, olho verde, 1,65 de altura, bem branquinha, seios com...

Dando Para Alguns Desconhecidos

Dando para alguns desconhecidos Tomei um banho, me perfumei toda, vesti uma combinação nova e ele nem me notou. Chegou do serviço e foi logo se enfiando atrás daquele maldito computador, tentei lhe fazer um carinho, mas ele ficou resmungando, lhe servi...

Galáxia De Prazer Anal

Eu viajava muito a trabalho, e só estava em casa aos sábados, domingos e nas segundas. Eu tinha quarenta anos e ela trinta e cinco. Sentia tanta falta de minha mulherzinha morena e baixinha, de seios duros e pequenos, com mamilos escuros e grandes. Sem...

Flagrada em plena luz do dia dando o cuzinho.

Após minha primeira vez com outro homem, conforme narrei no conto anterior, fiquei tentada a irmos mais além, mas não sabia o quanto seria o ideal então convidei meu marido para irmos a alguma praia deserta fazer algum tipo de putaria. Pegamos nosso carro...