Sexo no trabalho

Fetiche 1368

Me chamo Carol e esse conto aconteeu comigo. trabalho como auditora em um supermercado da minha cidade. Sempre recebi muitos elogios dos colegas de trabalho, por ser muito bonita e carismática ( tenho 1,62, 50 kg, morena do cabelao, cinturinha e peitoes durinhos), mais sempre levei na brincadeira, até por que nenhum deles me interessava. Depois de um tempo, comecei a reparar em um açougueiro super timido, nem o nome dele eu sabia, já que ele nao falava com ninguem, Reparei que ele tambem me olhava, mais assim que eu percebia ele desfarçava, e me dava um oi sorridente, Começamos uma paquerinha de olhares, e um dia fui até o bebedor dos funcionarios e ele estava lá, dei uma de Joao sem braço e esperei ele falar comigo. Ele pediu meu telefone e assim começamos a conversar e ficar mais a vontade um com o outro, mandávamos ate nude, uma delicia. Uma semana depois mais ou menos ele me chamou pra ir na casa dele, aceitei, nada melhor que uns bons amassos. Quando cheguei lá, ele estava só de toalha, molhado ainda do banho, dava pra vê a marca do cacete fele marcado na toalha. Dei um oi e ele respondeu com um selinho, fiquei meio sem graca, mais retribui, logo ele deixou a toalha cair, de proposito com certeza, e como já tava com vontade, me ofereci pra pega-la no chao, dei de cara com aquele pau enorme, mais resisti, entreguei a toalha e sentei no sofá. Ele sentou do meu lado e começou a me beijar, e passar a mao sobre minha blusa, me deixando mais excitada ainda, foi abaixando até chegar no meus seios, mordiscava e chupava, me deixando louca, eu passava a mao no cabelo dele pra ele saber que eu tava gostando, foi beijando a minha barriga ate chegar na minha bucetinha, ele dava uns beijinhos me provocando, lambia meu clitoris, mordia bem de leve, ele enfiou um dedo e eu fui a loucura, gemia gostoso no ouvido dele. levantei e deixei que ele viesse até mim, nos beijamos loucamente, enquanto eu batia uma pra ele, abaixei e comecei a chupar quele pau delicioso, chupava as bolas, fazia toda uma massagem nelas e ele delirava de tesao dizia: Vai chupa esse pau, chupa gostosa, aaaaah, chupa ! Ele me pegou no colo e me colocou em cima da cama, passava o pau dele na minh buceta, eu já estava quase implorando por aquele pau, ele socou de uma vez, me fazendo gemer alto, bombava rapido, me fudia com força mesmo, eu eu gemia sem vergonha: Vai mete esse pau gostoso na minha ucetinha vai, aaah, mete, aaaah, mais forte, ah mais , mais, aaah gostoso ! Ele revirava os olhos de tanto prazer, gozei gostoso naquela pica, ele me virou de quatro, e meteu mais, e eu doida de prazer, nossa que cacete era quele, ele colocou o dedo na minha boca, e enfiou no meu cuzinho, fui a loucura, parecia uma cachorra no cio, que sensação maravilhosa aquele cacete me fudendo dauele jeito e aquele dedinho no meu cú, nao demorou muito gozamos juntos, chupei aquele cacete com gosto da minha buceta, e ele logo se recompôs, me vcolocou virada de ladinho e começou com um dedo, depois dois, até que socou aquele cacete no meu cu, adoro dar o cú, bombou forte do jeito que eu gosto e eu gemia: Vaaai, fode esse cú, me dá esse pau todinho vai, aaaaah, quero te dr todo dia gostoso, fode vai, aaah, delicia fode ! Ele gozou dentro do meu cú, deitamos e dormimos exaustos, até hoje quando temos um tempinho sobrando, damos uma fugidinha até o carro, e metemos deliciosamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *