A Despedida

Somos casados mas vivemos a uma vida dupla, cada um com seu parceiro. Ontem, depois de muito pensar resolvi que era hora de dar um basta nesta aventura pois estou completamente apaixonada por ele e não quero machucar ninguém. Ele estava de plantão e eu sozinha em casa, pois meu esposo está a um ano fora do Brasil. Entre uma cirurgia e outra nos encontramos e fomos a um motel estilo Brazzers. A química entre nós é muito grande e desejo incontrolável. Logo que entramos no quarto ele foi me pegando cheio de tesão e arrancando meu vestido. Me olhava com gula e me deixou de calcinha e sandálias. Me encostou na parede, me olhava do espelho lateral e elogiava o meu corpo me fazendo sentir a mulher mais gostosa do planeta. Depois de me beijar, me deitou na cama, tirou minhas sandálias e ficou me admirando deitada so calcinha. Tirou -as com delicadeza e começou a beijar minha buceta deliciosamente. Ele me chupa como poucos homens ja fizeram e me deixa totalmente entregue a suas vontades. Labia meu clitóris e introduzia com cuidado o dedo na minha vagina. Ficou durante alguns minutos assim. A esta altura eu ja tremia e suava. Todo meu corpo pedia e sentia prazer. Minha vagina estava quente e molhada e eu me rendi a um orgasmo maravilhoso. Depois de gozar tirei sua roupa e pedi que ele colocase seu pau a minha boca. Ele tem um pau maravilhoso! lindo, rosado e muito grosso. Comecei passando a língua por toda glande e sugando so a cabeça do seu pênis. Minha saliva escorria por todo seu pau e entao coloquei ele todo na minha boca. Labia, sugava, apertava e olhava pra ele de forma bem sacana e sedutora. Ele gemia, se contorcia e apertava minha cabeça contra seu membro duro e latejante. Qdo a coisa esquentava, ele parava e invertiamos os papeis. Ele me penetrava com seus dedos e me beijava, falando palavras obcesas e elogios no meu ouvido. Eu ia a loucura e gozada novamente. Gozei algumas vezes até que ele me penetrou, me fazendo gritar de tesão.Ele por cima, eu totalmente entregue e submissa aquele homem. Gozei novamente. O gozo era tão intenso e duradouro, que podia sentir minha vagina se contraindo e apertando seu cacete. Neste momento, ele tambem gozou. Tirou e me deu um delicioso banho de porra. Aquele esperma grosso e quente lambuzaram todo o corpo. Ficamos os dois, abraçados, suados e realizados curtindo aquela sensação deliciosa.
Nos despedimos. Cada um voltou para sua vida. O futuro pode mós reservar grandes surpresas, eu gostaria.

Contos relacionados

Debaixo Do Nariz Do Sogrão

Debaixo do nariz do Sogrão No começo a minha intenção era só ser leitor dos contos aqui postado. Mas resolvi ativar meu lado escritor e contar algumas experiências vividas por mim e minhas parceiras, hoje venho a relatar para vocês leitores...

Karla...minha Evangélica

Karla...minha evangélica ola..a todos!!!antes de mais nada,eu gostaria de parabenizar, a todos,pelos contos aqui existentes,moro em uma capital,onde vim mora com meus pais,trabalho pra uma familia bem conceituada...cuido da segurança de todos da...

Minha primeira vez com outro homem

Me chamo Patricia , tenho 42 anos, moro em São Paulo, mãe de de um casal lindo, já maiores, mas com muito tesão. Justamente na nossa viagem para comemorar 25 anos de casamento que tudo começou. No conto passado contei como descobri que meu marido...

A Minha Amiga Marion De Nova Iorque...

A minha amiga Marion de Nova Iorque... O meu nome é Nuno e vou contar uma história durante visita de uma amiga minha afro-americana de Nova Iorque a Portugal. Conhece-mo-nos em França durante um curso de Francês de Verão e desde ai mantivemos...

A Conquista

A conquista Esta é a primeira vez que relato uma aventura de minhas várias viagens. Meu nome é Cesar (fictício)e sou apaixonado por mulheres maduras. Em uma das minhas viagens a Portugal conheci uma mulher com idade ao redor de sessenta anos,...

De Minissaia Sendo Encoxada No Metrô.

O fato que passo a narrar ocorreu realmente comigo a alguns dias atrás, era um dia de calor intenso, o calor já era forte desde cedo, então decidi ir para o cursinho de minissaia e regata. Não sei por que naquele dia o metrô estava mais cheio do que...