No Camping

No camping

Era aniversario de um amigo e combinamos um churrasco em um camping perto de minha cidade. Como é um lugar muito freqüentado no verão, combinamos de chegar bem cedo para conseguirmos reservar churrasqueiras e mesas. Não era eu quem iria fazer o churrasco, então levei uma linha de pesca para passar a manhã até a hora do almoço. Como os outros estavam envolvidos na preparação do churrasco, fui pescar sozinho. Subi um pouco a margem do rio até um local com águas mais calmas e sem movimento de pessoas. Ajeitei linha, anzol, isca e sentei… Mais para relaxar do que pescar na verdade… Pensar na vida… Só eu, o barulho da água e meus pensamentos. De repente comecei a escutar vozes que vinham de uma trilha na pequena mata que existia na margem do rio. Olhei para o lado e vi quando quatro mulheres apareceram… De biquíni, cadeiras debaixo do braço… Queriam tomar banho de sol… Dei uma olhada e pude verificar que três delas ninfetas e tinha uma mais velha. Ficaram a uns 5 metros de mim, arrumaram as cadeiras e começaram a passar bronzeador… Aquelas mãos deslizando pelos corpos, não tinha como não olhar e imaginar que poderia ser eu fazendo aquele ?trabalho? e claro que fiquei excitado com a situação… Mas fui discreto e elas não perceberam nada… Ficamos ali, eu pescando e elas tomando sol e conversando… Não conseguia entender o que elas falavam, mas conversavam e riam… Eu de vez em quando dava uma espiada para conferir o ?material?… De repente escutei novamente vozes vindas da pequena trilha. Eram três homens, acho que eram maridos ou namorados de três delas… Conversaram um pouco com elas e entraram na água pra se refrescar… E eu ali, pescava um peixe e largava de volta… Afinal estava ali mais para relaxar do que pelos peixes… Era por volta de umas 10 h quando os três saíram da água e falaram para as mulheres que estavam indo preparar o churrasco e que estaria pronto por volta do meio-dia. Logo que eles saíram, elas levantaram e foram se refrescar no rio. A mulher mais velha falou que ia ajudar no almoço e saiu. Ficaram só as três se refrescando… Cochichavam e riam… As três saíram da água, duas sentaram novamente nas cadeiras e a outra pegou sua cadeira e veio em minha direção. Sentou perto de mim e comentou que o sol estava muito forte e que ficaria um pouco na sombra. Ficamos conversando um pouco e pude reparar melhor nela… Suzana era seu nome… Pele bronzeada, 1,70m de altura, uns 60 Kg, seios pequenos, bunda grande… Perguntei se ela sabia pescar e ela disse não. Então, em tom de brincadeira perguntei se ela não sabia ?pegar? na vara ela disse que pegar ela sabia, mas que não consegui ficar parada com a vara na mão… Rimos… Pensei que poderia tentar alguma coisa com ela, mas fiquei com receio por causa das outras duas que estavam perto. Então fisguei um peixe… Puxei-o pra fora da água, retirei do anzol e soltei novamente no rio. Ela me perguntou qual era a graça de pescar se estava largando os peixes de volta. Disse a ela que não iria ficar com os peixes e que estava ali só para relaxar… Foi a deixa que ela precisava. Pra minha surpresa, ela abriu um pouco as pernas, puxou o biquíni pro lado mostrando sua bucetinha depilada e me disse que se eu queria relaxar, ela conhecia um jeito bem melhor… Fiquei sem ação… Não tirava os olhos daquela imagem maravilhosa, mas não sabia o que fazer… As amigas dela estavam ali tão perto… Ela esticou a perna até seu pé alcançar meu pau e roçou nele com vontade… Olhou-me e disse que não precisava se preocupar com suas amigas… Que estava tudo combinado… Pegou-me pela mão e fomos até a entrada da trilha, onde os pequenos barcos que as vezes passavam não nos enxergassem. Então ela pediu para uma das amigas cuidar a entrada da trilha, enquanto a outra permaneceu no mesmo lugar, mas com sua atenção voltada para nós. Abracei-a por trás e encostei meu pau em sua bunda enquanto beijava a sua nuca e passava as mãos em seus seios… Ela gemeu e empurrou a bunda contra o meu pau e deu uma rebolada para encaixar bem certinho entre suas nádegas. E ficamos assim por um tempo, eu empurrando o pau contra sua bunda e ela empurrando a bunda contra meu pau… Então com uma das mãos fui descendo por sua barriga e coloquei por dentro do biquíni… Estava muito molhada… Fui massageando seu grelinho, ela gemia e se contorcia… Até que enfiei dois dedos na sua buceta… Estava quente e molhada… Metia os dois dedos e com a palma da mão massageava seu grelinho… Puxei os lacinhos laterais do biquíni fazendo-o cair… Virei ela de frente pra mim e comecei a chupar seus peitinhos enquanto masturbava sua buceta…ela agarrava meus cabelos e apertava meu rosto contra seus seios…gemia e pediu para eu colocar três dedos na sua buceta…enfiei e comecei um rápido vai e vem…sem demora ela anunciou o gozo…senti aquele caldo quente escorrendo pelos meus dedos…ela estava ofegante…então passei meus dedos melados no biquinhos dos seus peitinhos e chupei pra sentir o gosto da sua bucetinha… Que sabor delicioso, então me abaixei e fui ?beber direto da fonte?. Alternava entre lamber seu grelinho e meter a língua la dentro. Virei ela de costas pra mim e pedi que ela inclinasse o corpo para frente arrebitando a bunda e abrindo bem as pernas. Com as duas mãos abri bem suas nadegas e novamente meti a língua bem no fundo da sua buceta… Ela rebolava e pedia mais… Então comecei a lamber seu cuzinho delicioso, fui passando a língua e aos poucos forçando a entrada do seu rabinho… Então peguei uma de suas mãos e fiz com que ela segurasse uma das nadegas enquanto eu segurava outra. Dessa forma fiquei com uma mão livre e fui metendo dois dedos na sua buceta enquanto chupava seu cuzinho… Cansei a língua de tanto empurrar então meti o dedo médio na buceta e o indicador no seu rabo… Ela gemia e senti que logo ia gozar novamente… Fui enfiando os dedos e me posicionei pra que ela gozasse na minha boca… Sem demora ela gozou e eu bebi todo seu gozo… Ela ficou parada um instante se recuperando e logo veio pra cima de mim… Tirou meu pau pra fora e começou a chupá-lo com força, parecia que estava a muito tempo sem fazer aquilo…Metia ele inteiro na boca, masturbava, esfregava no rosto, apertava a cabeça com os lábios e descia até a base e eu me segurando pra não gozar. Acariciava minhas bolas, metia elas na boca, lambia todo o pau, babava e cuspia nele… Tive que fazer ela parar para não gozar. Respirei fundo, coloquei ela de 4 e enfiei bem devagarinho na sua buceta até a metade. Ela empurrou a bunda até que entrasse tudo. Agarrei-a pelo cabelo e mandei que rebolasse no meu pau. Ela rebolava, ia pra frente e empurrava a bunda com força pra trás pra sentir todo o pau dentro… Peguei na sua cintura e fiz com que parasse de se mexer, eu queria meter… Comecei devagar… Lento e até o fundo… Depois mais rápido… Então enquanto bombava meti o polegar no seu rabo… Ela pediu pra meter com força que ia gozar… Bombava com força e com o polegar atolado no rabinho dela…ela se masturbava e senti quando sua buceta apertou meu pau…ela gozou novamente…gemia alto, não conseguia se conter…Deitei no chão e pedi pra que ela viesse cavalgar no meu pau até eu gozar e neste momento fui novamente surpreendido…Suzana se virou pra amiga e disse pra que ela viesse beber leite, pois sabia que ela adorava…a amiga segurou meu pau enquanto Suzana sentava…e ficou apenas esperando o leitinho…Suzana sentava e rebolava até que anunciei que ia gozar…Suzana levantou enquanto sua amiga meteu o pau na boca..deu poucas chupadas e enchi sua boca de porra…sem tirar o pau da boca ela engoliu a porra…deu mais umas chupadas pra deixar bem limpinho…combinamos de nos encontrar outras vezes pra outras aventuras que com certeza contarei aqui.

Quem gosta de trocar histórias ou escrever a ?duas mãosó segue meu MSN: stalion18cm@hotmail.com

Contos relacionados

Eu, Minha Esposa E O Novinho E Pauzudo

Estou aqui pra contar quando comecei a ser corno. Tudo aconteceu no dia 03/10/2013 e tenho orgulho de dizer que realmente aconteceu, diferente de nuitos contos que a gente vê por aí. Meu nome é R ,35 anos e minha esposa L de 19 anos. Ela tem por volta de...

Delírios De Prazer No Sul De Minas

A noite estava fria. No céu a lua nova brilhava sem nenhuma nuvem. Faltavam 15 minutos para as 20 horas. Selma foi clara, eu não poderia me atrasar nem um minuto. Eu caminhava de forma apressada pelas ruas quase desertas. O bairro em que ela morava era de...

Comida No Seleiro Pelo Peço Da Fazenda

Me chamo Laura, sou casada, sem filhos, tenho 27 anos - morena clara, cabelos longos com luzes douradas, corpo estilo brasileira, cintura fina, bum bum médio e seios fartos (350ml de silicone). A história que descreverei abaixo aconteceu no mês passado...

Amizade Colorida

Amizade Colorida Eu tinha acabado de sofrer uma decepção amorosa, pois o cara de quem eu estava a fim ficou com outra mulher e estava todo apaixonado por ela. Eu ainda não tinha esquecido dele e andava meio chateada...mas agia normalmente com as...

Um Doce Conto

Era uma hora da tarde quando o telefone Dela tocou. Uma voz tímida e aguda sussurrava do outro lado da linha, como se estivesse em segredo, ou perigo: - Minha Rainha, eu imploro, me dê a honra de estar em sua presença. Ela era tão sádica e cínica......

Amiga Gostosa

Após um dia de trabalho passei na casa de uma amiga, conversei um pouco com a mesma e logo segui para casa.  Chegando em casa o meu celular toca, era a Luiza, uma amiga loira, olhos azuis, corpo de dar inveja.... Melhor dizendo uma GOSTOSA! Aquela amiga...