Comendo a Prima Gostosa

Comendo a prima gostosa Estava eu e minha prima assistindo TV na casa de minha avó quando minha avó nos chama pedindo para que eu e minha prima vá na casa de minha prima para buscar uma panela grande para a galinhada da noite, minha prima tinha 18 anos na época e eu 18, ela tem cabelos castanhos, um rosto lindo, coxas perfeitas e uma bunda enorme e redondinha, desde de pequeno possuo a fantasia de ser dominado por ela, e as vezes eu me sentava do lado dela e fazia massagem em seus pesinhos enquanto ela me chamava de escravo, e é claro que ela percebia a minha tara por ela. Quando chegamos na casa dela logo percebi que não tinha mais ninguém, ela disse que seus pais só voltariam à noite, fomos até a cozinha para pegar a panela, ela disse que estava no armário de baixo do lado do bebedouro, eu me abaixei para pegar a penela quando minha prima foi beber água, eu olho para o lado e vejo aquela bunda virada para mim, eu não aguentei e lasquei um tapa bem  naquela bunda, ela rio e do nada  puxou a minha cara em direção a bunda dela, e tentou me sufocar, porém quando ela me soltou e não tirei a minha cara da bunda dela, queria ficar la cheirando e beijando aquela bunda, foi ai quela ela disse, "Parece que está gostando, vamos fazer assim, de agora em diante eu serei a sua rainha e você será o meu servo, você terá que me idolatrar", nesse momento fiquei louco sem acreditar no que tinha acabado de ouvir, então ela disse, "Anda servinho! Comece a beijar os meus pés e vai subindo, quero que beije cada parte de minhas pernas", aquilo não podia estar acontecendo, comecei a beijar os pés dela e fui subindo pelas pernas, e comecei a lamber aquela coxas enormes e lisinhas, até que cheguei na bunda dela e comecei a beijar e cheira-la, ai ela se virou e disse, "Deve estar com sede, vou te dar água, já que você vai precisar pelo o que eu vou fazer com você", ela colocou água em sua boca e cuspiu tudo dentro da minha e disse, "Você tem sido um servo muito mal, terá o castigo que merece", ela me levou até o tapete da sala onde me deitei, ela subiu em cima de mim ainda de pé, e ver ela la de baixou era incrível, ela parecia uma deusa soberana em cima de mim, estava adorando tudo aquilo. Ela começou a pisar em cima de mim, pisou no meu saco e na minha cara, fez eu enfiar todo o seu pé em minha boca, ai depois de ficar uns 5 minutos em cima de mim ela disse "Agora é hora da sua punição final", ela virou aquela bunda enorme em cima de mim e foi se abaixando até se sentar sobre o meu rosto, ela estava usando um shortinho azul bem apertado e aquela bunda cobriu todo o meu rosto, era impossível respirar, ela começo a kickar e a rebolar em minha cara, e depois de uns cinco minutos de tortura ela se levantou e disse, "Agora retire essas calças e bata uma em minha homenagem até gozar", ela se sentou em seu ''trono'' e eu me sentei no chão na frente dela, comecei a beijar suas pernas novamente enquanto batia para ela, com a tesão que eu estava não demorou mais de 2 minutos. Quando gozei ela disse, "Agora se limpe e vai buscar a panela, logo logo terá mais castigos". Depois disso eu fui buscar a panela e no mesmo dia mais coisa aconteceram, mas isso é assunto para outro vídeo.

Contos relacionados

Festa da Faculdade

Observação inicial: Tudo completamente ficticio. ••• Sou Isabella, tenho 18 anos e moro no Rio de Janeiro. Era minha segunda semana na faculdade quando me convidaram para uma festa que a galera de mediciana havia organizado. Obviamente eu...

Prazeres De Um Presente De Natal 1

Prazeres de um presente de natal 1 Prazeres de um presente de natal I A muito tempo leio esses contos, mas nunca tive coragem de contar as minhas experiências, até agora, o que vou contar começou em agosto do ano passado. E foi uma das...

Fudida Pelos Vizinhos Univeritarios

Fudida pelos vizinhos Univeritarios Este é meu primeiro conto, mas sou leitora assídua, decidi escrevê-lo após ler alguns contos semelhantes.  Meu nome é Luana tenho 26 anos e quando isto aconteceu eu tinha 18 anos, sou morena 1, 65m de...

Sogra E Mulher Minhas Putas

Minha vida tinha mudado para sempre quando a minha sogra se fez a minha puta dentro da minha casa. Desde há um ano e meio que a minha vida com Bia estava normal, as discussões terminaram, e ate mesmo o sexo melhorou, eu nunca mais cobrei atenção dela,...

So Esfregação

Eu era estagiário e me colocaram para acompanhar um profissional experiente, esse cara estava com problemas conjugais e durante essa separação ele voltou a morar com a sua mãe, enquanto ele me explicava o serviço ficava chorando no meu ouvido as saudades...

Síndrome De Estocolmo?

Com uma das mãos ele silenciava a minha boca enquanto a outra arrancava a minha calcinha, o peso do seu corpo fixava o meu sobre o solo frio e úmido enquanto as suas pernas afastavam as minhas e num único golpe ele me invadiu dilacerando as minhas...